Assembleia de Deus
Assembleia de Deus
Ministério Belém
Setor 6 - Missão 06
Pastor Presidente José Wellington Bezerra da Costa

Notícias > Cristãos são assassinados por militantes islâmicos e militares

Milícias islâmicas atacaram uma igreja, porque ouviram gritos de Deus é maior

As milícias islâmicas atacaram uma igreja, porque ouviram gritos de “Deus é maior”. Então dispararam contra a igreja, mas ninguém foi atingido. Os agentes, no entanto, prenderam o rev. James Abraham na frente de sua congregação, levando-o a um lugar desconhecido, onde o torturaram durante dois dias, segundo relatos de um sacerdote. Em 8 de junho ainda, a SAF e milícias islâmicas atearam fogo a edifícios da Igreja Episcopal do Sudão e da Igreja de Cristo no Sudão. “As igrejas e os pastores eram os alvos visados”, disse o bispo Andudu Adam.

Existem estimativas não confirmadas de que mais de 53 mil pessoas estão sendo deslocadas devido aos intensos combates, em Kodorfan, entre o exército da SAF e o Exército Popular de Libertação do Sudão (SPLA), de acordo com informações da ONU. A mídia diz que o combate, incluindo bombardeios e artilharia, tem sido relatado em 11 de 19 localidades no estado de Kodorfan.

Algumas das pessoas que foram deslocadas internamente, bem como locais e organizações não-governamentais e funcionários da ONU, se refugiaram fora do complexo da missão de paz das Nações Unidas, nos arredores da capital de Kordofan, que fica ao sul do país. 


Fonte: Portas Abertas



Confira Também:

Ateus tentam tirar Jesus do foco natalino
‘Alguns choravam’, diz pastor que negociou rendição de traficantes
Free to Believe: campanha para liberdade religiosa atinge momento-chave Total global já soma 368 mil assinaturas
Pastor brasileiro no Japão diz que Deus guarda
Pastor José Pimentel de Carvalho será sepultado neste sábado (26)
Hollywood prepara versão apocalíptica de Noé
Copyright © Assembleia de Deus - 2012 - 2020 - Todos os direitos reservados.
Rua: Maria Almeida Prado, 51 / 67 Bairro: Santo Amaro
Validado em  XHTML